10.11.06

 A  Síndrome de Dependência Química é uma doença crônica, progressiva  e fatal.Caso não seja detida, a sua progressão leva o portador à  morte prematura.Tem como principal característica, a obsessão mental, seguida do uso compulsivo de determinada droga ou drogas.
Para a OMS ( Organização Mundial da Saúde), droga prejudicial à saúde, é toda e qualquer substância psicoativa lícita ou ilícita, que cause dependência química e /ou psíquica no usuário.Há drogas que trazem com o uso mais ou menos estigma, ou preconceitos, no entanto, droga  é sempre droga.
A dependência química passou a ser catalogada pela OMS por volta de 1965.O CID ( Código Internacional de doenças)  referente a dependência  das drogas mais conhecidas, são respectivamente:  bebidas alcoólicas - CID f.11.2;  nicotina, encontrada em cigarros de fumo em geral, tem o  CID f.17.2;  maconha  e haxixe tem CID f.12.2 e  a cocaína  ou  o crack, subproduto da cocaína,  tem CID f.14.2.Existem vários outros tipos de drogas; heroína, ecstasy,   anfetaminas  e metanfetaminas(drogas sintéticas produzidas em laboratórios, com mesmo efeito da cocaína ou maconha, por exemplo), benzo diazepínicos, esteroides anabolizantes, cogumelos alucinógenos, sendo pertinente lembrar que os barbitúricos, receitados como  ansiolíticos ou  antidepressivos e até mesmo a morfina,  usados sem controle, sem prescrição e acompanhamento médico, também causam dependência química e psíquica. A fármaco dependência, inclui vários tipos de medicamentos usados sem controle.O  CID f.19.2, é utilizado para diagnosticar a  síndrome de dependência química, sem especificação da droga ou drogas utilizadas pelo paciente .    
Algumas das características  da ação das drogas mais conhecidas, no sistema neurológico , são respectivamente: as  bebidas alcoólicas liberam grande quantidade de adrenalina que vão direto das glândulas supra renais  para o coração,causando, no início, grande euforia .Na medida que se aumenta a ingestão, torna-se depressor do sistema nervoso central e  altera  substancialmente a capacidade de concentração, fala e memória; após inalada, a nicotina transforma-se em piridina, que torna-se um "calmante", pelo efeito da vasodilatação, também alterando o sistema cardiovascular ; a maconha e o haxixe, que são consideradas drogas perturbadoras do sistema nervoso, alteram  a capacidade de concentração e a memória, a curto e longo prazo de uso, e inibem a ação dos neurotransmissores responsáveis pela saciedade, afetando as funções do lobo frontal; a cocaína ou o crack, que são substâncias alucinógenas, liberam grande quantidade de adrenalina e dopamina ,causando no início, grande sensação de força e prazer, sendo que a diferença está na forma que chega ao sistema nervoso, sempre através da corrente sanguínea, pois o crack por ser  fumado , vai mais rapidamente ao sistema nervoso, por ser absorvido pelos vasos sanguíneos dos pulmões.A cocaína e o crack, causam grave destruição das sinapses que interligam as células do sistema nervoso. O crack provoca distúrbios no córtex frontal, ainda mais graves que a  maconha; distúrbios de difícil e lenta recuperação.A heroína, o ecstasy   a morfina e os cogumelos, também são drogas alucinógenas, adicionadas à corrente sanguínea por via endovenosa ou como chá, no caso do cogumelo.  Todas as drogas, lícitas e ilícitas prejudicam o sistema cardiovascular.
A Síndrome de Dependência Química, afeta a comunidade em todas as áreas: Saúde, Segurança e Educação.
Dependência Química é doença mental crônica , extremamente democrática, pois afeta pessoas de qualquer idade, não importando o nível sócio econômico ou intelectual.
Dependência Química é  causa primeira de abortos, homicídios, suicídios, lesões corporais , furtos, roubos, latrocínios, etc..., também a Síndrome de Dependência Química leva a outras enfermidades físicas agudas ou crônicas, tais como Pancreatite, Cirrose Hepática, Hepatites , Angina de peito, Câncer na boca , na bexiga  e nos Aparelhos Respiratório, Circulatório e Digestório;AVC(Acidente Vascular Cerebral); Pré dispõe o organismo há doenças sexualmente transmissíveis , como a AIDS e a Sífilis;Provoca  Anemia, Sinusite, Otite,Laringite, Faringite, Pneumonia; causa danos na traqueia ,cordas vocais e esôfago; favorece o desenvolvimento de úlceras, Artrite e Artrose;Também provoca Tromboses, Diabetes e Tuberculose. A dependência química também causa outras doenças mentais crônicas ou comorbidades, tais como Esquizofrenia, Transtornos bipolares de Ansiedade e Depressão,  Euforia e Depressão, Euforia e Disforia, Depressão e Síndrome de Pânico; também causa Psicose .A dependência química provoca separações de casais, sejam namorados, noivos ou casados, além da perda de empregos, pois é uma doença bio-psico-sócio-espiritual, que afeta  o corpo a mente, os valores espirituais e as relações sociais do portador.A grande maioria dos leitos dos hospitais públicos e privados, são ocupados por consequência do uso de substâncias químicas psicoativas. Existem 3 (três) tipos de substâncias químicas que atuam no sistema nervoso central causando dependência, que são as drogas depressoras, perturbadoras e alucinógenas.Existem drogas lícitas, de livre comércio ou ilícitas, de comercialização proibida. Cada tipo de droga tem um efeito destrutivo diferente, sendo que todas afetam a concentração, memória e fala do usuário.Hoje é comprovado pela ciência que o cérebro humano possui cerca de 100(cem) bilhões de neurônios. A cada "porre", ou seja, o consumo de qualquer tipo de bebida alcoólica que leve à embriaguez, destrói milhares de células nervosas, atingindo a coordenação motora, o centro de comando da fala e concentração.Esse é só um exemplo, referente à droga lícita mais antiga e mais consumida, até os dias de hoje.Vários medicamentos usados como inibidores de apetite, também causam dependência e provocam profunda desidratação , além de anemia e sérios distúrbios gastrointestinais. 
Todas as drogas causam narcose, que é o entorpecimento do sistema nervoso central, causando alteração neurológica, alterando o processo natural de captação e recaptação dos hormônios produzidos de modo natural pelo cérebro e por outras glândulas existentes no organismo humano, alterando o funcionamento das sinapses, responsáveis pela interligação das células do Sistema Nervoso Central.
A dependência química é causa de absenteísmo, ou seja, falta no trabalho, além de causar diretamente acidentes de trabalho em todas as atividades: é causa primeira de acidentes e mortes no trânsito, provocadas por condutores de veículos automotores, motocicletas, bicicletas ou pedestres.
A dependência química leva à óbito prematuro ou invalidez permanente do portador da doença. O dependente de qualquer droga tem direito à tratamento pelo Poder Público, através das unidades de saúde especializadas,  como por exemplo, nos CAPS( Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras drogas), implantados em todo território nacional, sendo que a internação depende da condição clínica de cada paciente em particular.O Estado, através do    Poder Judiciário , pode transformar em penas alternativas de prestação de serviço comunitário  as contravenções  praticadas em consequência do uso de drogas. Em casos onde é cometido um crime, em consequência do uso de drogas, a pessoa pode ser encaminhada para tratamento em hospitais psiquiátricos ou comunidades terapêuticas, conveniados com o SUS.Quando não ocorre o óbito , como por exemplo através de overdose ou por acidente automobilístico ou suicídio e etc... a doença pode levar o portador,   às instituições de tratamento para desintoxicação e conscientização, seja em hospitais psiquiátricos , comunidades terapêuticas ou  em clínicas particulares especializadas, sem a intervenção do Poder Público, sendo que nesses casos o dependente químico não tem outra alternativa, pois não lhe resta outra alternativa. As internações podem ser voluntárias, ou seja, pela vontade e consentimento do portador da doença ,ou involuntária, sem a vontade do portador da doença, porém com o consentimento da família, por determinação judicial.Existem leis que têm por objetivo proibir o uso de drogas e punem os usuários de várias formas, porém não devemos jamais esquecer que dependência química é doença crônica, sendo que leis punitivas não solucionam a causa, ou seja, o uso , o abuso e a dependência da substância química. A Síndrome de Dependência Química, além de não ter cura, ou seja um dependente químico não consegue controlar o uso de qualquer substância química psicoativa, é também progressiva.O aspecto progressivo refere-se ao aumento das doses , quando o dependente tenta buscar o mesmo efeito que causava a primeira dose, tendo perdas materiais e emocionais sucessivas, adoecendo  progressivamente a mente e o corpo, levando a perda do domínio dos pensamentos, sentimentos e ações equilibradas. Dependência Química não é "problema moral", pois é sempre  bom lembrar que o cérebro  e todo o organismo do usuário  ficam dependentes das drogas , pois as mesmas passam a exercer as funções que os hormônios exercem de maneira natural .A abstinência , no início do tratamento,requer  tratamento alopático,ou seja, com algum tipo de medicação com orientação de médico especializado, devido à síndrome de abstinência aguda, conhecida como "fissura", que é aplicado de acordo com cada indivíduo .Em muitos casos, o tratamento com psiquiatras jamais deve ser abandonado, pois são muitas as comorbidades, ou desordens psíquicas causadas pela dependências de drogas.É sugerido aos familiares de portadores da dependência química, que procurem ajuda terapêutica  com profissionais  competentes e em grupos de ajuda mútua, para compreenderem que a doença afeta toda a família, de várias maneiras. Existem vários grupos com esse propósito .
.
.Usamos para nosso tratamento um  programa de recuperação da saúde integral, através de  doze passos, que  é uma filosofia de prática individual, embasada em princípios espirituais, onde confiamos na ajuda da ciência para nosso tratamento, desenvolvendo uma fé raciocinada.  
.
.O programa de 12  passos  é de domínio público.
Podem ser  formados grupos através da internet, por meio das várias redes sociais já existentes ,ou em salas alugadas pelos membros de um grupo.Os horários das reuniões, serão determinados pelos integrantes do grupo.Os passos e as normas de procedimento de um grupo seguem descritos adiante.O administrador do blog , José C. R. Neto, possui página no facebook e mantém nessa rede social, um grupo de tratamento aberto à quem tiver interesse.
.
 OS DOZE PASSOS  USADOS POR  DEPENDENTES QUÍMICOS ANÔNIMOS
.

Passo Um
Não podemos usar bebidas alcoólicas e outras drogas, pois além de não controlar o uso, nossas vidas se tornaram incontroláveis.
.
O primeiro passo para o tratamento da síndrome de dependência química, é  evitar o uso da droga,  seja ela qual for, seja ela droga lícita ou ilícita, aceitando o fato de que é impossível  usar drogas de modo controlado. Essa aceitação é individual e voluntária e as experiências com o uso de drogas  e tipos de drogas usadas por cada indivíduo,são diversas. Alguns de nós, usávamos um único tipo de droga, outros de nós, vários tipos  e na medida que a doença ia progredindo,através da obsessão pelo uso,tentamos  usar um outro tipo de substância, tentamos controlar a última droga que usamos, tentamos voltar a usar a primeira droga que experimentamos, na tentativa de controlar o uso, enfim, tudo isso nos leva a crer que  a obsessão mental pelo uso e controle do uso torna-se uma  doença, um ato insano.Aceitamos, definitivamente, que no início do uso, as drogas nos davam prazer, muito prazer , porém não sabíamos que esse prazer era decorrente da alteração do metabolismo do nosso corpo e após todas as fracassadas tentativas de voltar a sentir  prazer no uso,concluímos que é impossível usar qualquer droga tendo o  prazer que tínhamos no início e cada um de nós chega a essa conclusão de modo individual . Perdemos o controle sobre nossas vidas, uns perdem o emprego, outros contraem   outras doenças agudas ou crônicas, outros sofrem acidentes graves, outros vão presos, muitos abandonam ou  são abandonados pela família e amigos verdadeiros e a grande maioria passa por toda as situações descritas.Alguns de nós passamos por clínicas para desintoxicação e conscientização ou vamos parar em  hospitais psiquiátricos, sendo que muitos de nós fomos presos por delitos cometidos ~por consequência do uso de drogas, lícitas ou ilícitas .Admitimos e compreendemos, por nossa própria vontade, que a dependência química é uma doença crônica de terminação fatal.
Muitas pessoas morrem prematuramente ou cometem suicídio, ser terem consciência de que dependência química é doença e a maioria das pessoas, trata as consequências do uso de drogas, que provoca várias outras doenças ou comorbidades, sem eliminar a causa, que é o próprio uso de alguma droga ou várias drogas.Passamos  a acreditar ,que a melhor maneira de parar de usar droga e falando sobre as drogas,  falando sobre  vontade de usar, que a obsessão pode mascarar , pois temos  uma doença crônica. Por ser doença crônica, o estudo, juntamente com a reflexão e meditação dos princípios espirituais contidos nos onze passos seguintes, evita a recaída e nos proporciona uma  boa qualidade de vida em sociedade, que muitos de nós considera uma sobrevida. Lembramos que o programa de recuperação usado por nós, não discrimina qualquer tipo de droga. O programa usado por dependentes químicos anônimos requer a abstinência de todas as drogas usadas , não importando que sejam lícitas ou ilícitas.O estigma produzido pelo uso de certas substâncias, não é relevante para nós. Pois , no primeiro passo, tratamos a  obsessão pelo uso da droga, que é a mesma em relação a toda e qualquer substância psicoativa usada sem controle.Aprendemos que podemos nos ajudar,  compartilhando  nossas experiências individuais.Sentir vontade de usar alguma droga sempre será normal. O que temos que tratar é a obsessão, e essa obsessão fatal começa a ser tratada a partir do passo dois.
.
Passo Dois
Acreditamos na recuperação do controle sobre nossas vidas, tratando a dependência química e psicológica provocadas pelo uso de drogas.                                                                                                                
.                                                                                                                                                       .Quando paramos com o uso e nos conscientizamos que dependência química é doença incurável,pois é impossível controlar o uso, damos conta de que não somos culpados por termos uma doença, porém somos responsáveis pelo nosso tratamento, pela nossa recuperação.Já temos consciência de que a dependência das drogas é física e psicológica, pois a doença é física e mental.O tratamento e a recuperação,utilizando os  doze passos, é individual, depende da vontade de cada um que admite e aceite ser portador da doença dependência química.Em grupo, ou em terapia individual com profissional competente, seja psiquiatra ou psicólogo, de acordo com a necessidade de cada um,  falamos livremente sobre drogas, sobre os tipos de drogas usadas e seus efeitos, as formas de uso, como agíamos antes, durante e após o uso, sobre o prazer que causava no início e o desgosto que produziu no fim.Quanto mais formos sinceros , percebemos que existe uma empatia que nos une, com o mesmo e único propósito que é mantermos a abstinência do uso e pormos em prática o programa de doze passos, que nos orienta na mudança de atitudes, nos ajuda a mudar de hábitos,mudar diariamente nosso caráter, admitir e aceitar nossos erros e repará-los, vivendo um dia de cada vez.
Começamos a ver  em grupo,que são  várias as pessoas portadoras dessa doença  e que não podem mais usar drogas e passamos a trocar experiências com quem iniciou o tratamento  e a própria recuperação em um clima de absoluta igualdade, exercitando diariamente a humildade e a tolerância,pois convivemos com pessoas de diferentes idades, de diferentes preferências na relação sexual, de diferentes níveis de escolaridade, numa diversidade de opiniões pessoais .Também  passaremos a contar com ajuda de quem é capacitado profissionalmente para colaborar conosco, pois a abstinência no início leva a grande maioria de nós ao delirium tremens, com grande confusão mental, alucinações e tremores físicos intensos.Acreditamos que podemos  viver sem o uso de drogas.No início do tratamento, dependendo de cada indivíduo, devemos usar medicação prescrita por  médico psiquiatra competente, mediante acompanhamento,como por exemplo medicação antidepressiva ou ansiolítica para tratar a síndrome  de abstinência aguda.Uma avaliação com psiquiatra competente, também podem ser diagnosticas outras co morbidades como psicose e esquizofrenia que devem ser tratadas com medicação específica e acompanhamento médico.Atualmente, psiquiatras especializados no dependência química utilizam medicação chamadas de terceira geração, que não causam dependência . Alguns transtornos mentais causados pela dependência química são agudos, porém outros são também crônicos.  No início do tratamento, devemos também realizar exame com clínico geral, pois várias doenças físicas, agudas ou crônicas são consequência da dependência química e devem ser tratadas ao mesmo tempo, com médicos especializados.É importante lembrarmos, que nosso objetivo é a troca de experiências no tratamento individual e que toda medicação prescrita por médico competente deve ser usada para o reequilíbrio de nossa saúde, física e mental.Após a abstinência aguda, que normalmente ocorre por um período de 90 a 120 dias, continuamos a manter a abstinência diariamente, com a prática dos passos seguintes.  Muitos de nós tivemos problemas com a justiça e devemos , se necessário, procurar e aceitar ajuda de advogados.No dia a dia, compreendemos que não são todas as pessoas que  fazem uso de substâncias  químicas e que muitos que usam não são dependentes crônicos.Percebemos que muitas pessoas  do nosso convívio ou não, continuarão usando, independente do fato de termos parado, pois sabemos que ,após darmos o primeiro passo na nossa recuperação, quem não pode e nem deve mais usar drogas, somos nós.Vamos aprendendo que não depende da nossa vontade o fechamento de pontos de vendas de drogas, sejam lícitas ou ilícitas, isso é responsabilidade do Poder Público constituído; nós é que devemos evitar esses locais .Reconhecemos que também cabe ao Poder Público constituído, o trabalho de prevenção e combate ao comércio de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas.  A troca de experiência com outras pessoas em tratamento fortalece nosso ânimo e  nos faz acreditar  em nós mesmos, e temos esperança que cada dia será melhor que o outro, pois estando hoje sóbrios, vamos encarando as dificuldades de frente. Sentir vontade de usar drogas, para nós é normal e quando a vontade  vier, partilhar essa vontade com outro dependente químico em tratamento ou algum profissional competente que nos auxilia no tratamento,  a obsessão fatal pelo uso desaparece  e vamos assim mantendo a abstinência que é o princípio  fundamental dos passos seguidos por nós.Com o tempo, o corpo deixa de ser dependente das drogas adicionadas e a recuperação da saúde física vem com o tempo, no dia a dia.Após avaliação médica, cada um de nós pode e deve realizar atividades físicas de acordo com nossas aptidões. Estamos conscientes de que portamos uma doença incurável, pois  não podemos  controlar o uso. Sejam por quais motivos forem, não precisamos mais continuar nosso suicídio, que era inconsciente.A recuperação da forma física e a  volta ao convívio social, não significa que é possível controlar o uso; esse aspecto da doença é que deve ser tratado com humildade e vigilância.Não fomos os primeiros e quem dera termos sido os últimos a usar substâncias químicas alteradoras do ânimo e humor.
Em grupo, podemos compartilhar nossas experiências, um ajudando o outro. Compartilhamos nossos sentimentos, vontades, medos , ansiedades,  angústias. Compartilhamos também nossas conquistas, nossas vitórias, nosso novo modo de vida, as formas saudáveis de lazer, enfim, falamos sobre  tudo sem nos julgarmos uns aos outros, independente da droga que usávamos, seja droga lícita ou ilícita, liquida ou sólida, bebida ou fumada, cheirada, inalada ou injetada. Em grupo, identificamos nossas emoções desequilibradas, identificamos nossos sentimentos, deixamos de ter pena de nós mesmos,vamos nos aceitando como realmente somos, recuperamos nosso amor-próprio,  nossa auto estima, a fé em nós mesmos, aprendendo que somos vítimas da nossa própria ignorância, pois ignorávamos que somos portadores de uma doença , que a dependência química é uma doença reconhecida pela OMS(Organização Mundial da Saúde). Vamos  fortalecendo nossa fé e esperança, de que  o futuro será sempre melhor, vivendo um dia de cada vez, vivendo um momento por vez, aceitando as dificuldades como provas que somos capazes de superar .
.
A fé em si mesmo, é o maior tesouro que o homem pode obter.

.
Passo Três
Decidimos, por nossa própria vontade, procurar saber o que é Deus.
.
.Para darmos início a  esse passo, citamos aqui duas ciências que tratam do estudo da evolução do ser humano e das relações sociais; a  antropologia e a sociologia.Tomamos também como referência , a astronomia , pois antes do desenvolvimento da astronomia, há muito pouco tempo atrás, nossos antepassados achavam que a Terra era em forma de disco e que caso caminhassem em linha reta, cairiam em um abismo sem fim.Com o desenvolvimento da astronomia, sabemos que além da terra ser redonda, meio  ovalada, não estamos sozinhos no Universo..A evolução das espécies vivas que habitam o planeta é sempre progressiva .Os componentes psicoativos dos diversos tipos de raízes, plantas, fungos ou ervas, sempre causaram nos usuários, desde os tempos remotos, alteração no psiquismo e êxtase. Muitos indivíduos e seitas, pela ignorância da verdade, imaginavam até haver um "contato com a divindade" durante o processo de uso, pois a expansão da percepção do mundo espiritual, que é o mundo causal ocorre durante o processo de uso de algumas substâncias.De acordo com a ciência, existe vida na Terra há mais de 40.000 anos, sendo que há 12.000 anos, ocorreu o fenômeno que foi estudado pelos indianos antigos, chamado de período do casos, ou  Caliuga, quando nosso planeta começou a ser habitado por seres humanos inteligentes racionais.Os primeiros povos racionais foram os maias. astecas, israelitas, indianos e hindu europeus.O progresso das relações sociais intensificou-se há aproximadamente 2.500( dois mil e quinhentos) anos atrás, com o surgimento do direito  na Grécia, que influenciou e influencia até os dias de hoje as relações sociais de todos os povos do Ocidente.Na Grécia, o uso de bebidas alcoólicas, principalmente o vinho, era associado ao desregramento nas relações sexuais e orgias realizadas por tiranos da época.Nesse período da humanidade, ainda  existiram lendas e mitos, principalmente na Grécia e Roma, onde haviam vários "deuses", como por exemplo Júpiter e Zeus.Haviam deuses para todos os setores da natureza e para todos os aspectos da atividade humana.Pessoas sempre foram tidas como referência e idolatradas,por se destacarem das demais em uma determinada área, criando o que é  conhecida como "imagem antropomórfica  de Deus", ou seja , uma figura humana  considerada um "deus" , considerando o fato de que não existe uma visão material de Deus.Podemos perceber claramente que por mais que algum ser humano se destacasse e fosse idolatrado, e tivesse sido considerado um deus, essa pessoa que também era  humana , portanto imperfeita,  sofria influência de outras pessoas e também  necessitava da ajuda de outras pessoas para realizar algo de bom ou de ruim.A influência que um homem pode exercer sobre uma coletividade é parte da cultura do desenvolvimento humano.Após a segunda grande guerra mundial, no início da era do desenvolvimento industrial e produção em série, um pensador de nome Jean Paul Sartre, influenciou de modo pernicioso e negativo uma geração de universitários, quando sugeriu que todos os homens deveriam "aproveitar a vida" ao máximo, pois após a segunda guerra viria a terceira e tudo se acabaria.Foi o início da era do "sexo, drogas e rock'n rol, onde se confundia liberdade com total indisciplina e desrespeito à vida.O historiador norte americano Hummel, relata em estudos, que na história da humanidade, 170 milhões de pessoas foram mortas na Terra, por governos ateístas  totalitaristas . O psiquiatra, psicólogo e filósofo austríaco, Viktor  Frankl, criador da logoterapia e que instituiu o termo "solilóquio", ou seja, o diálogo de nós para conosco mesmo, e que esteve preso em Auschwitz  e Dachau, dizia que um dia compreenderia o porque Deus permitia tanta Barbárie.Victor Frankl antes de iniciar os estudos, viu sua mãe, pai e irmã serem assassinados em Auschwitz. Nenhum ser humano sabe como foram criadas as estrelas, que são sóis, como o sol, que aquece e mantém a vida orgânica em  nosso planeta.O que hoje fazemos, é investigar o universo, graças  ao desenvolvimento da astronomia.Reconhecemos atualmente, pela lógica, que não estamos sozinhos no Universo, que o Planeta Terra e  a humanidade terrestre se encontram em uma das inúmeras galáxias, a Via Láctea, com inúmeros outros sóis, ou estrelas.Logicamente, existem outros mundos habitados, uns primitivos, menos evoluídos que a Terra ,e certamente, outros mais avançados.A harmonia e a solidariedade entre todos os mundos certamente é mantida por uma Inteligência Suprema, um Causa Primária de todas as coisas.O progresso moral , intelectual e material dos mundos é realizado de forma solidária, fato que explica naturalmente a existência de pessoas na Terra, capazes de construir pirâmides, como os Egípcios, os Maias e Astecas,com métodos de engenharia que ainda não são explicados pela tecnologia atual, havendo apenas especulação sobre os métodos aplicados.Através do desenvolvimento das ciências e da tecnologia, que nos ajuda a desbravar o globo terrestre vamos progredindo  tanto material  como intelectualmente.Passamos a reconhecer que graças ao desenvolvimento da ciência,a idolatria o ceticismo e o fanatismo passaram a ser questionados e  combatidos.O primeiro Mártir do desenvolvimento científico, foi Galileu Galilei, pois Galileu foi obrigado por religiosos da sua época, a omitir o fato de que a Terra tinha forma de uma bola, que a Terra é redonda e que nosso planeta gira em torno do sol, sob ameaça de pena de morte.Até a idade média, pregava-se que a Terra tinha forma de disco e que Jerusalém era o centro do Universo, sendo que quem caminhasse em linha reta, cairia em um abismo.Reconhecemos, atualmente, que o fanatismo e o ceticismo, são grandes responsáveis pelas ações que tendem a separar as pessoas, pois os fanáticos, se acham donos de verdades absolutas e tendem a impor suas ideias a outros indivíduos ou grupos, através da força,  ou através do artifício de manter as pessoas na total ignorância de fatos que as ajudariam a criar opinião própria através do raciocínio lógico.O ceticismo ou ateísmo, não reconhece uma inteligência superior a do homem. Em contrapartida, a ciência, que no início do seu desenvolvimento, por consequência do fanatismo, era extremamente cética em relação a uma Inteligência Criadora, Superior à inteligência humana e que pregava o niilismo, o nada após a morte do corpo físico,já admite e reconhece a existência dessa Inteligência Superior.Entre a cegueira do fanatismo e o materialismo, hoje impera o bom senso, a lógica e a fé raciocinada, pois não há nada de secreto que não pode ser revelado, na medida que nos tornamos capazes de compreender.Até certo ponto, o ceticismo dos primeiros cientistas é compreendido, pois impor uma religião pela força, ceifando pessoas, é totalmente contra os princípios fundamentais da vida.  A psicologia e a psiquiatria estudam e investigam o psiquismo ( psique- alma) que já era reconhecida  por Sócrates e seus primeiros discípulos, Platão e Aristóteles, sendo que  Platão foi  biógrafo de Sócrates e Aristóteles, discípulo de Platão . Quando foi condenado à morte por envenenamento,aproximadamente 400 anos antes de  Jesus Cristo, Sócrates disse para sua mulher não se preocupar, pois disse a ela que quem morreria ,seria o seu corpo, pois ele, Sócrates, era uma alma, e era imortal.Sócrates também preconizou as leis de causa e efeito, ação e reação, pois quando estava preso, um amigo seu que tinha a chave do local onde estava encarcerado quis libertá-lo, dizendo a Sócrates que seu julgamento havia terminado, tendo ele sido condenado à morte . Sócrates calmamente disse a seu amigo que  não se preocupasse, pois seus acusadores também iriam morrer um dia..., ou seja, sofreriam as consequências da injustiça que estavam cometendo.Sócrates foi acusado de incitar a juventude contra as ideias dos tiranos da época, quando na verdade ele simplesmente despertava nas pessoas o desejo de questionarem as atitudes, dos outros e de si mesmas, ajudava os jovens  raciocinar sobre a lógica das coisas, tendo sido considerado o Pai da Filosofia e precursor da  psicologia.Sócrates veio colaborar com nosso progresso moral e pregava a preexistência  da alma, porém ,suas ideias foram sufocadas pela idolatria e o paganismo."Conheça-te a ti próprio", dizia Sócrates. Na relação das pessoas, na antiguidade não muito remota,no estado de barbárie e até mesmo na época dos filósofos pré Socráticos, o mais forte se impunha ao mais fraco e a violência prevalecia .Os Judeus, por exemplo, foram escravizados na Babilônia e no Egito; os gregos foram  escravizados pelos romanos e assim por diante.., quando Júpiter , o deus dos romanos, conseguiu vencer a batalha contra Zeus, o deus dos gregos,isso mostrou que o deus dos romanos era mais poderoso, e o povo grego teve que se submeter , então, ao domínio do povo romano.Os povos escravizados, trabalhavam para os escravizadores de modo forçado e sem remuneração, fato que causava revolta.O trabalho era considerado escravidão e não uma forma digna de auto sustento. Com o passar do tempo, vamos nos tornando mais civilizados e as leis que regulamentam as relações entre os homens, assim como a ciência e a tecnologia,também vão progredindo para tornar nosso convívio cada vez mais justo e pacífico.Vamos percebendo que nada acontece ao acaso e reconhecendo que existe um Poder Superior a tudo que a inteligência humana possa compreender claramente; uma Inteligência Suprema que mantém a harmonia, o equilíbrio .Essa  inteligência suprema, certamente é perfeita em tudo, possuindo tudo de bom e belo que nossa capacidade de compreensão possa imaginar, possuindo toda sabedoria e amor,pois somente assim tem o poder de manter o equilíbrio e harmonia, em todos os lugares. A primeira vez que a Inteligência  desse Poder Superior se revelou ostensivamente  à humanidade, foi, pelo que temos conhecimento há aproximadamente 7.000( sete mil) anos atrás, através de um homem, de nome Moisés, onde foram ditados, através de seu Guia Espiritual Jeová, os Dez Mandamentos, que iniciaram o progresso moral da humanidade, processo de transição da barbárie total em que vivíamos, passando para um processo de civilização.Moisés trouxe para o conhecimento da humanidade as Leis Morais, que ficaram gravadas na consciência de todos nós, no momento em que Deus nos concedeu a inteligência.Deus, nosso criador, nos criou  todos iguais, simples e ignorantes e também no instante que nos concedeu a inteligência, deu-nos também o livre arbítrio, a capacidade de raciocinar , agir e responder pelas nossas ações.Tornamo-nos capazes de compreender as Leis Morais e a violação dessas Leis  , é que nos traz perturbações, sofrimentos e mortes prematuras. Esse processo de civilização da humanidade,progride sempre, e as leis humanas vão tornando-se mais brandas com o passar dos séculos. Moisés adicionou aos Mandamentos de Deus, que são imutáveis,regras e leis humanas,um código civil,  a pena de Talião, lei civil que também progride, de acordo com o progresso da inteligência e senso moral dos homens.Através de Moisés, foi  revelado à humanidade o monoteísmo, um  Deus único, providencial, aquilo que os filósofos chamam providencialismo.Após a revelação mosaica, a humanidade tem a certeza de que Deus  está presente,de forma permanente e constante, e a humanidade passou a ter consciência que o Universo é uma estrutura unitária.A revelação mosaica nos deu a ideia de que Deus havia criado o mundo não se servindo de material já existente, mas produzindo ,Ele mesmo, os materiais necessários.É o dogma bíblico da criação, a partir do nada.Deus não criou o mundo do nada .O nada parece não ter condições para dar elementos algum à Deus, para que Ele pudesse criar o mundo. O nada bíblico, na sua significação mais profunda, é como o nirvana de Buda,que parece ser o nada, a negação de tudo que existe.Um nada apenas simbólico, um nada relativo.Esse "nada", está relacionado à certeza  que nossa consciência nos diz que tudo que é material  não nos pertence, que tudo que é material está sobre nossa posse temporária, pois somos usufrutuários temporários dos bens materiais que pertencem a Deus.O que realmente nos pertence é o nosso livre arbítrio, nossos sentimentos  nossos  pensamentos e ações.A palavra religião significa religação e na medida que vamos humildemente reconhecendo a existência  dessa Inteligência Suprema, vamos entendendo que Ela quer o bem comum.  Muitos de nós passamos por religiões dogmáticas , sectárias e  ritualistas. Os representantes dessas religiões , que na atualidade, ainda por interesse próprio,pregam que "Deus" é vingativo,  que os homens que erram ,ou pecam, são condenados eternamente em um local circunscrito, chamado de "inferno", sem terem oportunidade de arrependimento após a morte do corpo físico;Imaginemos uma mãe que ama seu filho. Essa mãe ficaria em paz em um "céu", separada eternamente de seu filho que tenha "pecado" e condenado ao "inferno"? Pregam também, que basta o arrependimento dos erros ou pecados, durante a vida no corpo, para irem para o "céu", ou paraíso, local também circunscrito, onde os arrependidos gozarão a tranquilidade eterna.Sugerem  também,o que também parece ilógico, que Deus cria seres diferentes dos homens, destinados à beatitude.Enfim, esses representantes pregam o que o bom senso e a lógica não admitem, à respeito de algo Superior à humanidade que trate a todos com igualdade .Começamos, para nosso próprio bem, a tratar nossa  revolta contra essas pessoas e  deixamos de acreditar que Deus pune  ou dá privilégios e passamos a acreditar, pela lógica, que Deus, nosso Criador, nos deixa livre para usarmos os conhecimentos que vamos adquirindo.O uso dessa liberdade, ou livre-arbítrio, é o que torna um homem diferente do outro.Raciocinando nossa fé e meditando na grandeza do Universo, vamos concluindo que Deus, sendo justo, não criaria anjos, arcanjos e serafins, muito menos pessoas destinadas à miséria total, do nascimento até a morte e nem criaria pessoas destinadas a nascerem ricas e morrerem ricas.Assim como não há, pela lógica, nem céu nem inferno, vamos admitindo que a alma passa por várias existências em um corpo físico, passando por todos os tipos de experiências possíveis, para se desenvolver intelectualmente e moralmente, aperfeiçoando os conhecimentos e os sentimentos.A Justiça Divina,que é perfeita e nunca falha, vai se revelando, pois as almas de todas as pessoas têm e terão sempre a oportunidade de recomeçar seu progresso, que é eterno e colaborar com o progresso de outras de modo solidário e fraterno.Assim como as pessoas se tornam solidárias, os diversos mundos habitados também o são.Vamos, através da fé raciocinada, concluindo que alma e espírito são sinônimos e que a alma é um espírito encarnado.Por essa lógica, compreendemos que os primeiros homens inteligentes que habitaram a Terra há 12.000 anos, pra cá vieram auxiliar o desenvolvimento material do nosso planeta, que evolui constantemente.  Podemos partindo de uma fé raciocinada, começar a vigiar nossas próprias ações e tentar no máximo da nossa capacidade, não fazer ao próximo o que não desejamos que alguém faça para nós, iniciando nossa evolução moral, usando os recursos de que dispomos para o bem comum.O homem mais sábio e puro de coração que esteve na terra, há 2013 anos atrás, o Messias, que foi anunciado por vários profetas, Jesus Cristo,  recomendou  amar a Deus com toda nossa capacidade de compreensão, de toda nossa alma, de todo nosso espírito e ao próximo, como amamos a nós mesmos, resumindo, em duas sugestões, os Dez Mandamentos de Deus e todas as outras profecias. Jesus disse a um sacerdote da época, doutor das leis mosaicas, que seria preciso "nascer de novo", para poder compreender a Justiça Divina, ou seja, que somente através da pluralidade das existências, da reencarnação da alma, em outro corpo, logicamente, é que iríamos adquirir a capacidade de compreender a Grandeza da Inteligência,  da Sabedoria e do  Amor de Deus, na medida da nossa evolução, intelectual e moral . Jesus , respondeu a uma pergunta de um dos ladrões que foi crucificado  ao seu lado, que um dia ele estaria em paz, ao seu lado, dizendo com profundo tato psicológico, que esse ladrão teria que reparar o mal que causou para estar em paz com a própria consciência, ou " no paraíso ". Todo mal que cometemos, a maioria por ignorância da lei de ação e reação, nos obriga à expiação, ou seja, sofrer a consequência em nós mesmos do mau provocado aos outros , e a seguir, a reparação do  mal causado.Ora, essa reparação torna-se possível, pela lógica, através da reencarnação que é uma Lei Divina Natural .Para manter o equilíbrio e a harmonia, A Sabedoria Divina, se utilizava do mal que está em nós, para nos punirmos uns aos outros, fato explicado sabiamente por Jesus, quando disse que era necessário que houvesse escândalo no Mundo.A pena de Talião deixará de existir quando a Terra estiver habitada por homens que queiram apenas o bem um dos outros, fato que ocorrerá ,sendo que esse processo de transição de Mundo de provas e expiações, para um Mundo de Regeneração, iniciou-se em 1857, com o advento do Espírito de Verdade, trazendo à Humanidade a terceira revelação de ordem Divina.O Espírito da Verdade comandou uma equipe de espíritos verdadeiramente bons , que se manifestaram por toda parte do globo terrestre, dando início à Doutrina Espírita, ou Doutrina dos Espíritos que foi catalogada por um outro missionário, Allan Kardec que residia na França.A terceira revelação da Providência Divina foi catalogada em cinco obras básicas, sendo que no Brasil, teve como principal divulgador o médium Chico Xavier que deixou 440 obras psicografadas.A doutrina , para quem se interessar pode ser estudada em grupos existentes em todo Brasil e em praticamente todos os outros países. Doenças, sofrimentos e privações são consequência da Lei de Causa e Efeito e devemos aceitar sem revolta e lamentação. Jesus veio à Terra, explicar como funciona a Justiça Divina, sendo que quando Pedro, um de seus primeiros apóstolos  desembainhou a espada de um soldado romano para defendê-lo, no momento de sua prisão , Jesus lhe disse para tornar a embainhar a espada, pois quem matasse pela espada, iria um dia perecer pela espada, que quem ferisse com ferro, com ferro seria ferido, que é a pena de talião, que é a expiação ou resgate da dívida contraída, através do sofrimento do mesmo causado ao outro .Moisés defendia a pena de Talião, o olho por olho, dente por dente,pois ela ainda era necessária para cessar o estado de barbárie, porém Jesus  ordenou que amemos os nossos inimigos, que façamos o bem a quem nos odeia e que oremos por quem nos persegue e calunia.Amai-vos uns aos outros, recomendou o Divino Mestre.  Ressurreição, de um modo simples, significa voltar, ressurgir no mundo espiritual, sendo a reencarnação, o contrário, ou seja, voltar à carne,voltar a habitar um novo corpo físico que se forma no ventre, através da fecundação do óvulo materno. O judaísmo considera a ressurreição, como o retorno na alma no mesmo corpo que faleceu, algo que pela lógica é impossível. Jesus Cristo, que recomendou aos seus primeiros discípulos o amor aos inimigos e o perdão das ofensas, profetizou que passariam muitos séculos para que sua Doutrina fosse estabelecida na Terra,  pois Ele previu que em seu nome haveria muita discórdia e muitas guerras pelo fato de que nossa ambição, nosso orgulho, nossa vaidade, nosso egoísmo e todas nossas paixões inferiores estavam ainda bem mais enraizadas, apesar do paganismo já estar desgastado. Seus primeiros discípulos, no momento em Jesus foi preso pelos romanos, o abandonaram , sendo que Judas Iscariotes o  traiu imaginando que Ele, Jesus, reagiria com violência quando fosse preso, pois Judas presenciou  o poder moral e os milagres realizados por Jesus. Em desespero, Judas, após jogar as moedas que havia recebido aos pés de um sacerdote, suicidou-se, pois a serenidade do seu Mestre, diante das agressões e suplício, o abalou profundamente .Os primeiros apóstolos, ou discípulos de Jesus,após terem sido visitados por ele após sua ressurreição e iniciarem a pregação de seus ensinamentos entre os Hebreus, foram também crucificados, ou jogados nas arenas, para serem trucidados por leões, para saciar a perversidade e demência das autoridades do império romano, porém, historicamente, o primeiro mártir do Cristianismo, foi Estevão, que foi apedrejado por  Saulo, futuro doutor da leis mosaicas. Quando Saulo ia em direção a Damasco dizimar as pessoas que iriam se reunir em nome de Jesus, recebeu a visita do Cristo em espírito, que lhe fez a célebre pergunta: " Saulo, Saulo,porque me persegues?". Saulo, após cair de seu cavalo, ficar cego e ter sido curado por Ananias, é considerado o primeiro exemplo de conversão ao Cristianismo Puro, passando a adotar o nome de Paulo.Após um século , o Cristianismo foi instituído pelo imperador Constantino, como religião oficial de Roma,  para fins políticos e não religiosos. No século 11(onze), após sua vinda, vieram as cruzadas e a "santa inquisição"  onde o cristianismo, longe da sua essência, era imposto à ferro e fogo, onde o nome de Jesus era usado para a dominação e extermínio em um período de trevas para a humanidade que durou 300 (trezentos) anos.Depois veio Martin Lutero e o protestantismo, que propunha uma reforma nos dogmas da igreja católica apostólica romana. Na mesma época,Calvino se opôs  há Martin Lutero dando início há mais uma seita cristã, o calvinismo. Assim, sucessivamente, homens e mais homens dizendo-se donos  da verdade formaram várias seitas religiosas denominadas cristãs, na na atualidade chega ao número de mais de 2000( duas mil)..Ainda hoje, em pleno século 21( vinte e um), usam o nome de Jesus para a  dominação política e ambição pessoal, vendendo uma parte do "céu imaginário". Diga-se de passagem Dante, na obra "A divina comédia", inicialmente pintou o"inferno" e o "purgatório", onde almas sofriam o mal provocados por elas mesmas, com muito sofrimento e remorso, sendo que na entrada do "inferno" estava a frase: "aqui morre a esperança"... porém , após sua desencarnação, inspirou através de um sonho seu filho Jacob, dizendo a ele que abrisse um cofre que estava na parede de sua casa.Jacob encontrou o cofre e nesse cofre, o complemento da obra de Dante, 12(doze) outros contos onde se encontravam a descrição do "céu", onde reinava a paz íntima nas almas de todos os cumpridores de seus deveres morais.O sueco Emanuel Swedenborg, descreveu esse fato por volta de 1750.  Voltando à Sócrates, antes de Jesus ele já ensinava que alma e espírito são sinônimos, sendo que o espírito conserva sua individualidade e evolui sempre .Na época de Sócrates, o termo daimon , do grego,ou demônio,traduzido para o latim, é sinônimo de espírito da inteligência, ou espírito do conhecimento ."Satã", que deu origem a palavra satanás, da tradução do Judaico para o Latim significa contestador, ou aquele que contesta. Lúcifer,outro sinônimo de espírito das trevas, significa luz e era o sobrenome de um bispo católico que viveu 400 anos depois da vinda de Jesus.Tomamos o exemplo citado do ladrão que se arrependeu , quando estava crucificado, compreendemos que existem almas ou pessoas arrependidas do mal que fazem e decidem repará-lo, assim como existem pessoas ou almas endurecidas, escravizadas no ódio que não se arrependem ou não perdoam o mal que foi feito a elas. Essas pessoas, conservam o que sentem após a morte do corpo físico e os espíritos, ou almas desencarnadas, levam consigo o desejo de vingança.Concluímos que não existem demônio, nem satanás, nem lúcifer, nem diabo nem capeta, o que existem são espíritos perversos, de pessoas que eram perversas enquanto encarnadas.Essas pessoas tornam-se perseguidoras de quem as prejudicou.Essas perseguições ou perturbações, são chamadas obsessões. Existentes vários outros tipos de obsessão causadas por fatores além do ódio e desejo de vingança, como por exemplo, a causada por espíritos que sentem inveja dos homens que desejam progredir moralmente.Para tratar e libertar-se dos vários processos obsessivos, faz-se necessária muita humildade, paciência e perseverança no bem, com firmeza e constância. Os passos seguintes do programa de dependentes químicos anônimos,  nos ajudam a nos conhecer e nos aceitarmos como realmente somos, nos dando oportunidade de viver de modo consciente, com fé em Deus, em nós e com respeito ao próximo.  Desde 1998, a Organização Mundial da Saúde admite a Interferência Espiritual Obsessora como doença, através do CID f.44.3.Para a OMS, saúde é o estado de  completo  bem estar do ser humano integral: biológico, psicológico e espiritual.A ciência progride constantemente e a partir do século XIX, a medicina evolui diariamente e hoje graças a pesquisa e perseverança de vários cientistas que desenvolveram e contribuem com o progresso da química, da física e da biologia, muitas doenças físicas são curadas.A partir do desenvolvimento da penicilina, os antibióticos curam enfermidades físicas que levavam à óbito centenas de milhares de pessoas.Já é possível, após o desenvolvimento e aperfeiçoamento da radiologia, fazer cirurgias no feto em formação no útero materno, sendo que através da tomografia podem ser feitos diagnósticos precisos de doenças congênitas. Através da  ressonância magnética, é possível fotografar o " corpo espiritual", ou perispírito, que une o espírito ao corpo físico. Com o desenvolvimento da genética, órgãos já são produzidos em laboratório.Atualmente, próteses cada vez mais sofisticadas, substituem órgãos como mãos, braças, pernas e pés, voltando a devolver boa qualidade de vida aos amputados.Muitas enfermidades causadas por vírus já podem ser curadas e outras controladas. Com o desenvolvimento e aperfeiçoamento da genética, a qualidade de vida das populações tem melhorado constantemente.No tratamento da dependência química, o desenvolvimento da ciência possibilitou o estudo do cérebro e o efeito das diversas drogas psicoativas e muitas delas, usadas com critério e controle,são necessárias à nossa saúde e não causam dependência, são as chamadas drogas de terceira geração.A humanidade evolui tanto física quanto moralmente de modo constante e  Jesus, que trouxe à Terra  a Lei de Amor, conhecedor também das leis de causa e efeito, sempre dizia às pessoas à quem Ele curava as obsessões, pra que não voltassem  a pecar, ou, ou seja, que não voltassem a cometer o mesmo erro, pois algo pior ocorreria.A título de curiosidade,vale lembrar que o termo "pecado", na tradução do hebraico para o latim, significa " pé quebrado", ou seja,  queda decorrente da quebra de um pé. Jesus cessava todo processo obsessivo  e devolvia a quem ele socorria a oportunidade de trilhar o caminho do bem, em acordo com as leis Morais.Jesus disse que veio à Terra "procurar e ajudar quem estava perdido" e que " os sãos não necessitavam de médico".Ele dizia em forma de parábola, que toda pessoa que seguia as Leis de Deus, trazidas a nós por Moisés, era simples cumpridor do dever e não deveria se orgulhar por isso.Na parábola do filho pródigo, ficou explícito o egoísmo do filho que obedecia seu pai, quando se revoltou pelo fato de ser tratado da mesma maneira que o irmão que se arrependeu após ter abandonado sua casa e seus deveres e ter retornado ao lar.  Nada acontece ao acaso,nem a aproximação de pessoas através da parentela, no nascimento, nem mesmo nas várias catástrofes e doenças de que a humanidade é acometida.Porém, lembrando da imagem antropomórfica de Deus, que citamos anteriormente, é fato que  o próprio Jesus , que foi o homem mais sábio e amoroso de que temos conhecimento, também foi considerado um deus, quando afirmou que ele e o Pai, eram um só;Jesus quis dizer que estava agindo em plena e total comunhão com as Leis Divinas , que o caminho da evolução moral é único e requer de cada um de nós humildade para com Deus e caridade para com o próximo e afirmou assertivamente:" Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai, senão por mim", pois o Rabi da Galiléia, exemplificou tudo que disse.O Sermão da Montanha foi a primeira pregação pública realizada pelo Cristo, sendo que Gandhi afirmou certa vez, que se todas a humanidade perdesse todas as obras sacras e permanecesse somente o Sermão da Montanha, nada teria sido perdido.Jesus não se considerava  Deus, sendo que  quando a pedido dos primeiros discípulos, ensinou a Oração Universal que começa com " Pai nosso"..., pois o Pai é Deus e Deus é a Inteligência Suprema, a causa primeira de tudo, a fonte inesgotável de amor e sabedoria, que gravou em nossas consciências suas leis morais, no momento que nos concedeu a capacidade de raciocinar . A dependência química é doença confirmada e atestada pela Organização Mundial da Saúde ( CID 10  f-19.2) e toda doença requer  tratamento especializado. A doença é física, mental e espiritual.Devemos tratar o corpo e alma, pois a mente, pertence a alma."Mente sã, corpo são".
Devemos ser humildes o suficiente, pra compreender que só recebemos ajuda quando pedimos ajuda e aceitamos ser ajudados.É muito importante, nas relações  com as pessoas que nos conheceram durante o tempo em usamos drogas,não querer provar para elas que paramos com uso.Esse compromisso é com nossa própria consciência.Viver um dia de cada vez nos ajuda a manter a fé em nós mesmos e conviver com a desconfiança de quem quer que seja, até que ela desapareça ou não.O terceiro passo faz parte do alicerce que sustentará nosso tratamento e por isso buscar saber o que é Deus, por nossa própria vontade é muito importante.  Muitos de nós rezavam até pra Deus nos ajudar a conseguir drogas, porém hoje, lúcidos, compreendemos de modo lógico que  Deus  é bom, justo, misericordioso.Sendo bom, Deus nunca nos prejudicaria ou nos causaria danos, de qualquer espécie, seja mental , físico ou material e logicamente, não prejudicaria quem convive conosco .Sendo misericordioso, Deus sempre nos dá uma oportunidade de recomeçar a praticar o bem pra nós mesmos e para quem nos cerca.Sendo justo, Deus sempre respeitou nosso livre arbítrio. Muitos de nós, nos momentos de abstinência temporária, após uma ressaca e arrependimento e remorso, jurávamos que nunca mais faríamos certas coisas que percebíamos que nos prejudicava e a outras pessoas, porém, como não tínhamos consciência da obsessão mental,  voltávamos ao uso de drogas, esquecíamos juramentos e promessas e fazíamos tudo de novo e até pior. Insanidade,  é repetir uma mesma ação esperando um resultado diferente. Fomos nós que iniciamos o uso de drogas e nos tornamos dependentes químicos. Pedindo ajuda, com humildade, vamos percebendo que sempre receberemos ajuda  , na medida que vamos desejando o que for bom e útil pra nós mesmos e para os outros.Percebemos que não estamos sós e quando sentimos vontade de usar qualquer droga, partilhando o motivo que provoca esse desejo com outra pessoa em tratamento , a obsessão  mental diminui e com o passar do tempo, não ficamos mais desesperados, compreendendo que depende de nós tratar essa obsessão mortal. Alguns de nós necessita de ajuda de terapeutas profissionais , outros não.
Nossa Consciência é uma Centelha Divina .Quando imitamos alguém , imitamos outro ser humano e é natural nos frustremos se achamos que algum ser humano pode ser perfeito. De algum modo, sempre imitamos as pessoas e hoje, a partir de hoje, entendemos que se presenciarmos um mau exemplo, devemos refletir para não repetirmos esse mau exemplo e naturalmente, todo bom exemplo pode ser seguido.As pessoas que conhecemos e que não têm problemas com drogas, vão continuar o jeito que sempre foram e por mais que saibamos que muitas delas não dão exemplo de honestidade, por exemplo, não cabe a nós julgá-las, a não ser que sejam nossos filhos, nesse caso, para quem tem filhos, teremos muito tempo, um dia de cada vez, para darmos exemplo de tudo que achamos ser correto e ajudar nossos filhos a terem também uma vida digna.Devagar e sempre , com humildade , mente aberta e boa vontade, vamos compreendendo Deus como Criador; da vida, da água, do ar ,dos planetas.Vamos compreendemos que tudo o que é material e que é transformado e manipulado pelo homem sai da terra, começando pela chuva, que cai sobre todos,que depende da evaporação das águas dos rios e oceanos , que a terra também foi criada por Deus e  que o uso dos bens materiais é responsabilidade nossa, determinado pelo nosso livre arbítrio.Deixamos de comparar Deus com qualquer figura humana  e fazendo o possível e necessário para sermos responsáveis por nossos atos, assim vamos deixando de culpar outras pessoas, vamos nos aceitando como somos  e vivendo  um dia de cada vez  .Muitos de nós que não perderam ou abandonaram o emprego, passamos a valorizar nosso trabalho e muitos de nós que perderam o emprego, seja por abandono, por demissão ou até por alguma limitação causada pelo uso de drogas, volta ao mercado de trabalho fazendo o melhor que podemos e também fazendo  bom uso do salário.Outros de nós  que chegamos ao estado de invalidez permanente, devemos aceitar essa condição e viver, um dia de cada vez , da melhor forma possível, sem  a necessidade de usar qualquer tipo de droga que nos levaria definitivamente ao suicídio.
.
A fé inabalável, encara a verdade face a face, em todas as épocas da humanidade.

.
Passo Quatro
Fazemos pela primeira vez  uma  auto análise, estando lúcidos e conscientes.
.
 Luta e vitória são dinâmicas de ascensão espiritual para Deus.Cada homem conhece intuitivamente seu lado fraco.É necessário encontrar a si mesmo para descobrir o segredo da felicidade.O homem que encontrou a si mesmo,descobriu o segredo da felicidade.Aprendeu a remover o que não era mais ele ou dele, a renovar-se no belo, em elevação, na plenitude da visão interior iluminada pela presença de Deus, pois estabelece a partir daí, a ligação com o transcendente, o eterno, o puro, o ser feliz.A nossa consciência guia nossa inteligência e nos mostra o que devemos e o que não devemos fazer.Não importa como tenha sido o modo como iniciamos o uso de drogas, pode ter sido por curiosidade,para começar a fazer parte de um grupo de amigos, por imitar  alguém, não importa. No inicio as drogas causavam prazer emocional e físico, pois nos deixava desinibidos e eufóricos.O motivo que nos levou a desejar parar pode ter sido diferente pra cada um de nós, no entanto todos nós tivemos alguns ou vários desgostos por consequência do uso.  Pela primeira vez, fizemos uma análise das qualidades e defeitos  da nossa personalidade,estando lúcidos e conscientes, pois chegamos num momento em que ocorre a eclosão em nossas memórias, das Leis Morais que estão gravadas em nossa consciência.O joio e o trigo são parecidos e crescem juntos, porém o primeiro é uma erva daninha e o segundo um alimento.É preciso deixar os dois crescerem para poder distinguir um do outro pra que não haja risco de destruirmos o trigo. Como já vimos no passo três,o "inferno" e o "paraíso" são estados de espírito ou de consciência. Quem carrega a angústia do remorso, a visão do crime, o fogo interno das paixões e das ambições, as chagas morais dos sentimentos degradantes, transporta o "inferno" para onde for. Aquele que leva a paz íntima, o calor da caridade e da fraternidade, o equilíbrio afetivo, onde estiver jazerá no "paraíso". Ambos são construções pessoais e não áreas delimitadas pelo Criador para danação de uns e gozo de outros. Agora, compreendemos que os que ardem no sofrimento que criaram para si mesmos voluntariamente, reúnem-se, por afinidade, seja onde for.Tanto pessoas imperfeitas, quanto espíritos imperfeitos, não se concedem paz  nem compaixão: eis o genuíno "inferno". Analogamente, os que vivem do amor e da luz, também se congregam, pela sintonia, em locais determinados segundo sua elevação moral e intelectual, onde se nutrem reciprocamente do bem que praticam, numa existência venturosa: eis o verdadeiro "paraíso". Umbral e trevas vêm a ser designações das colônias espirituais de sofrimento medicinal, nas quais, a dor inerente ao estado de culpabilidade dos infelizes, se somam aos maus tratos impostos pelos impiedosos e tiranos que exercem poder absoluto, cheio de perversidade.O mal é transitório, pois se o mal fosse eterno, Deus não seria todo poderoso.A partir de agora, iniciamos nosso inventário pessoal, nossa auto análise. Quando fazemos a limpeza de uma casa, normalmente varremos e passamos pano ou espanador nos locais visíveis, aos nossos olhos e aos olhos dos outros.O quarto passo, compara-se a uma faxina completa, onde retiramos todos os móveis de cada cômodo e até esvaziamos todos os armários e gavetas, retiramos todos os tapetes e ai sim, teremos uma verdadeira faxina.Uma auto análise completa e minuciosa, faz com que coloquemos no papel todos os sentimentos, atos e pensamentos ocorridos até o início desse inventário. Todos nós, seres humanos temos defeitos e qualidades. O auto conhecimento nos ajuda a nos aceitarmos como realmente somos, sem as defesas que criamos para tentar fugir da nossa realidade.Aceitamos  nossos sentimentos e pensamentos como realmente são e reconhecemos todos os atos praticados por nós.Iniciamos um processo natural de auto tolerância no momento que compreendemos que  somos portadores de uma doença que nos levava a praticar atos verdadeiramente insanos.Todo indivíduo tem uma impressão digital que o diferencia dos outros como identidade única, por isso,somos nós, os únicos capazes de uma auto análise honesta, pois cada um de nós sabe o que fez e deixou de fazer até a hora de iniciarmos esse inventário da nossa personalidade.As imperfeições da nossa personalidade, assim como as qualidades quando escritas, admitidas e aceitas, por nós mesmos, são como o joio e o trigo.Depende única e exclusivamente de cada um de nós, adubar o que é útil e eliminar o que é inútil em nossos pensamentos, sentimentos e ações. Começamos a sentir  naturalmente,necessidade de perdoar as pessoas que nos julgavam, pois na medida que nos conhecemos, percebemos que também éramos juízes implacáveis  de alguns e muitas vezes, agredíamos as pessoas sem perceber que na realidade, estávamos revoltados contra nós mesmos e contra maus exemplos que imitávamos. Percebemos, através de uma auto- análise sincera, que a raiz de todos os defeitos estão na nossa revolta, alimentada pelo orgulho e o egoísmo.Havíamos nos tornado, inconscientemente ,totalmente egocêntricos e a partir do instante que iniciamos a nossa auto análise, vemos apenas que somos humanos, simplesmente humanos, com qualidades e defeitos  e que o mundo não para , que a vida de todos segue, independente da nossa vontade .Nosso desejo doentio de tudo ocorresse pra satisfazer nossa insanidade, criou em nós um poder absurdo de manipular a consciência de culpa de todos que estavam em nosso redor. Os defeitos que provém da revolta, do egoísmo e do orgulho são vários, como  a vaidade,a ambição, ciúmes, inveja, a mentira, a luxúria,a preguiça, a avareza,o ódio, a mágoa, os ressentimentos , a intolerância, a cólera e outros.O medo da realidade fazia que nos afastássemos cada vez mais de alguém ou algo que poderia ajudar a despertar nossa consciência, que é a Centelha Divina em nós. Na medida que vamos nos aceitando como somos, vamos perdendo o medo da verdade, o medo da nossa realidade e vamos combatendo e tratando os defeitos do nosso caráter, cultivando com paciência, um dia de cada vez as virtudes que nos ajudam a ter coragem para encarar a vida , com otimismo e bom ânimo. Com base na humildade, vamos exercitando a fé, a sinceridade, a honestidade, a moderação, a disciplina,  a compreensão,a fraternidade. Não compreendíamos que temos uma doença crônica e que sofremos também a  influência de pessoas emocionalmente  doentes como nós mesmos.Vamos entendendo a partir de uma auto análise minuciosa e honesta que, não basta apenas deixar de usar drogas, sejam quais forem, não basta termos fé em nós mesmos e nem compreender a Justiça Divina,  pois a dependência além de física é também mental e o quarto passo é essencial para progredirmos espiritualmente e mantermos o equilíbrio emocional.No quarto passo, de forma escrita, identificamos nossos instintos naturais , como a relação sexual, a posse do necessário para a sobrevivência, a preservação do corpo, enfim ,e  até que ponto  nossa insaciedade nos levou, até que ponto nos portamos ao agir guiados somente pelos instintos, escravizados por eles, nos esquecemos que somos portadores de inteligência e capacidade de raciocinar.Identificamos que sempre agimos ou reagíamos ás situações com raiva, rancor, ódio e violência, nos esquecendo que somos capazes de amar, de agir para o bem. Praticando o passo quatro, percebemos que as pessoas que nos rodeiam começando pelos nossos pais, são imperfeitas e tínhamos eles como referência e muitas coisas fazíamos por imitação, porque eles também faziam o mesmo, quando estavam formando suas próprias personalidades.Mesmo se não tivemos amor , carinho compreensão suficiente, temos hoje, após o passo três, a certeza de que Deus nunca nos abandonou e sempre nos amou e nos amará, pois no terceiro passo, compreendemos que Deus esta acima de toda ignorância, maldade e  indiferença existente entre a a maioria  dos homens.  Alguns de nós não conviveu com os pais biológicos na infância, o que alimentava mais a revolta e a sensação de abandono."Atire a primeira pedra, quem nunca errou", disse o Mestre Jesus aos fariseus que pretendiam delapidar a mulher que havia pecado.Aliás," pecado" na tradução do hebraico para o latim, significa "pé quebrado", ou seja, queda em função da quebra de um dos pés.  Em algum  momento, nos revoltamos e passamos a ter outras referências, também de pessoas imperfeitas, tais como parentes ou pessoas que também usavam drogas.É  hora de parar de culpar quem quer que seja e nos assumirmos como somos, nos aceitando como portadores de uma doença física, mental e espiritual,exercitando as qualidades que estão em nosso caráter e trabalhar com perseverança para irmos nos libertando dos defeitos que nos incomodam,  sem fugir de nós mesmos e isso é vital para mantermos nosso equilíbrio .É muito importante que essa nossa auto análise  seja escrita e que nenhuma outra pessoa tenha acesso ao conteúdo escrito.No passo seguinte, partilhamos o que escrevemos com alguém da nossa total confiança, que também confie em nós e que sabemos que ficará em sigilo. O passo seguinte , o quinto passo,pode ser dado com a ajuda de um terapeuta capacitado profissionalmente, pois o profissional é guiado pela ética e mantém em sigilo absoluto tudo que ouve. Seja na rede pública ou clínica particular, o profissional capacitado merece nossa confiança.  O passo quatro, seguido do passo cinco é o "divisor de águas" entre o estado  de reação em que  vivíamos e ainda vivemos ,para o estado de ação diária e contínua, com fé e esperança sempre renovadas.

Conheça a ti mesmo, há pessoas que percorrem o mundo inteiro em busca de si próprias.
.
Passo Cinco
Admitimos para nós mesmos e compartilhamos com outra pessoa, as falhas do nosso caráter.
.
Em grupo, não nos sentimos à vontade para compartilhar muitos dos atos insanos que cometemos. Quando compartilhamos  o que identificamos em nossa auto análise  com um terapeuta capacitado profissionalmente, nos sentimos, emocionalmente, como se tivéssemos na mente uma panela de pressão que jamais havia funcionado as válvulas de escape do vapor, pela primeira vez, as válvulas foram abertas e o alívio da pressão foi imediato.Essa partilha minuciosa nos alivia e é fundamental para o processo de recuperação das atividades no dia a dia  .Uma outra pessoa capacitada, nos ajuda a recompor os pensamentos e  nos vermos como realmente somos. Procuramos , após essa partilha, manter as qualidades que identificamos em nós e exercitar outras, valorizar nossa vida e nossos talentos e aos poucos vamos nos preparamos para arrancar o joio,e nos libertar da grande maioria dos defeitos que nos incomoda, um dia de cada vez.. Após uma auto análise honesta e minuciosa, nos arrependermos sinceramente de todo mal que causamos a nós mesmos e as pessoas que conviviam conosco ou ainda convivem . Não precisamos , de modo algum entrar em um processo de auto aversão, pois estamos verdadeiramente dispostos a viver uma vida digna ,e Deus, com sua misericórdia, nos ajudará sempre, um dia de cada vez, através dos passos seguintes.....   Não mudaremos o mundo, mais passaremos a tornar o mundo em nossa volta um pouco melhor, assumindo nossas  responsabilidades.O quinto passo é necessário pra que mantenhamos a mente aberta e o início da conquista no nosso equilíbrio emocional.A relação dos  defeitos identificados no passo anterior, são acompanhadas dos atos que praticamos para usar drogas, para conseguir drogas e o modo como agíamos durante o uso. No quinto passo, passamos a deixar de justificar nossos defeitos e culpar outras pessoas. Jamais podemos nos envergonhar em escrever um inventário minucioso  e partilhar com a pessoa escolhida por nós,pois  na maioria das vezes, mentíamos para os outros e para nós mesmos por medo de não sermos aceitos como realmente somos.O medo é o maior inimigo da maturidade espiritual e emocional, pois é o filho predileto do orgulho. Após o quinto passo,  vamos nos sentindo mais a vontade  para compartilhar em grupo nossas experiências diárias e fatos que acharmos necessários sobre o passado, que possam ser úteis aos outros.

Deus auxilia a criatura, através da própria criatura.

.
Passo Seis
Reconhecemos que somos responsáveis pelos nossos atos.
.
Após compartilhar nossas características de personalidade, naturalmente tomamos conta de que tudo que fazemos aos outros retorna a nós mesmos, por um processo natural de ação e reação, de causa e efeito.No passo um iniciamos o tratamento admitindo e aceitando que não podemos mais usar drogas, no passo dois acreditamos na recuperação do domínio sobre nossas vidas e no passo três buscamos compreender um pouco da inteligência, sabedoria e amor de Deus.A partir do passo quatro, através de uma profunda auto análise, passamos a nos conhecer e nos aceitarmos como realmente somos , após dividir com uma outra pessoa que saiba nos compreender, as falhas do nosso caráter que  devemos corrigir, um dia de cada vez.
.A partir do passo seis,percebemos que  nossa capacidade de percepção das coisas  aumenta e isso é normal, pois, além de estarmos lúcidos, nossa mente está aberta, pronta para perceber como somos ajudados, de várias maneiras.Passamos a deixar de reagir as situações e agir com consciência e responsabilidade . O tempo não voltará, porém temos um programa de vida que nos ajudará a viver um dia de cada vez , certos de que   jamais deveremos nos desesperar, ou seja, perder a esperança de que fazendo nossa parte, tudo teremos para nosso bem estar emocional e material. Passamos a viver o dia de hoje, ter projetos de vida  e partir para a realização, confiantes na realização.Deixamos de viver escravizados  pelas ações e reações do passado, livres das mágoas, dos ressentimentos, do "lixo mental" que estava acumulado em nossas mentes e também, não precisamos viver no futuro,tratando a  ansiedade, que também nos impede de viver o dia de hoje, viver um dia de cada vez. Devemos continuar vigilantes pra não desejar "doutrinar" as pessoas que nos cercam e o  anonimato ajuda nesse processo.Quando chegar a hora, pessoas que conviveram conosco durante o período de uso  de drogas e usavam drogas  em nossa companhia,poderão de forma curiosa saber o que fizemos para  parar com o uso, e caso elas também tenham o desejo de iniciar o tratamento,  podemos  apresentar a elas nosso programa de recuperação .Temos que ter sempre humildade pra reconhecer  que cada um tem seu tempo e o melhor que podemos fazer às pessoas que nos cercam, é dar exemplo do que achamos correto, pois antes, por mais que estávamos corretos nas palavras, nossas ações nos condenavam.Caso sejamos casados, temos o dever de dizer para nossos filhos, se tivermos filhos, que no início ,o uso causa prazer e justamente por isso, jamais nossos filhos necessitarão fazer uso de qualquer substância alteradora do ânimo e do humor.Devemos lembrá-los que a tanto a obsessão mental, quanto a dependência química, ou física, é sempre progressiva. Nos passos seguintes, temos orientação de como agir com os familiares e todas as pessoas  que sofreram  por consequência da nossa total ignorância à respeito da doença dependência química. Praticando os passos seguintes,teremos plenas condições de nos perdoar, adquirindo paz interior, reparando os danos que causamos a nós mesmos, quando causamos prejuízos aos outros.

Consciência é a Centelha Divina em nós

.
Passo Sete
Pedimos diariamente à Deus, força e coragem nas provas da Vida.

.
 Passamos a exercer de modo consciente nosso livre arbítrio, nossa capacidade de pensar e analisar as consequências antes de agir. Por mais dificuldades e problemas que enfrentamos, jamais precisamos nos desesperar.Hoje compreendemos que toda ação tem uma reação, que todas as dificuldades que estamos enfrentando, solidão,outras doenças provocadas pelo uso de drogas, falta de recursos financeiros,  desconfiança dos familiares , falta de confiança de pessoas que viviam conosco, enfim,toda dor e sofrimento, são consequências do mal que fazíamos a nós mesmos provocados  pela nossa ignorância.O remorso é um lampejo de Deus sobre a consciência de culpa,o sofrimento e a dor, são terapias que nos despertam para a realidade. Pedindo com humildade e confiança,Deus nos ajuda suportar com coragem e resignação essas provas sem revolta e entendemos que tudo o que está ocorrendo nos ajuda  adquirir humildade e paciência.Com humildade e paciência, vamos adquirindo as outras virtudes que necessitamos para viver uma vida digna .Deus nos dará força para agir com calma e perseverança em busca do necessário para nosso bem estar físico, mental e espiritual.  O mundo não parou durante nosso tempo de uso de drogas .Tomemos como exemplo um carro que funde o motor e vai para a oficina. Os outros veículos não deixam de circular por isso. Durante o período de uso, principalmente as pessoas que conviviam conosco, começando pelos parentes, tiveram que continuar vivendo.Nossos filhos , pra quem os tem, não contavam mais conosco para nada, muito menos nossas mulheres ou maridos, no caso de ainda estarmos em uma relação conjugal de qualquer espécie.Teremos que reaprender a viver com todas as pessoas, exercitando a humildade e paciência, pois por mais que desejavam que iniciássemos nosso tratamento, todos sem exceção, passaram por traumas e  privações de todos os tipos e guardemos a certeza de que somente com o tempo iremos recuperar a confiança de cada um deles, sendo que cada um terá seu tempo, de acordo com a simpatia ou antipatia que nutriam por nós e nós por eles.Jamais teremos a pretensão de agradar todas as pessoas, o próprio Cristo não consegue. No quarto passo identificamos nossos defeitos de caráter e agora cabe a nós não voltar a cometer os mesmos erros estando lúcidos, sóbrios, pois cometer os mesmos erros que cometíamos na época de uso de drogas seria injustificável. Também não devemos alimentar a auto piedade.Depende de nós viver com equilíbrio, um dia de cada vez. Os problemas ou provas que a vida nos apresenta, servem para ajudar nossa melhoria em todos os aspectos, para adquirir e exercitar as virtudes que nos fortalece espiritualmente no dia a dia. Na medida que o tempo passa, percebemos que não  basta ficar apenas sem o uso de drogas.O ódio, o rancor, a mágoa, o ressentimento nos prejudica e vamos nos libertando desses sentimentos na medida que nos tornamos compreensivos, nos aceitando como somos, entendendo que vivemos numa sociedade de pessoas também imperfeitas.Temos direitos e deveres, como todo cidadão.Iniciamos o processo de cumprir nossos deveres e naturalmente, e exercer os  direitos constitucionais assegurados à todos os membros de uma sociedade, que por muitas vezes abríamos mão .Jamais devemos abrir mão de recorrer à justiça, quando necessário,seja para tratamento da saúde, seja em qualquer outro problema que a vida nos apresente e para isso existem advogados.As consequências  provocadas pelo uso de drogas são muitas,porém quando alguma dificuldade se apresente, pedimos ajuda à Deus de modo consciente  e Deus sempre nos ouve, nos ajudando perseverar  nas coisas que sabemos ser corretas.Hoje damos valor à humildade, à fé, à honestidade, à fraternidade e aprendemos que não devemos fazer aos outros o que não desejamos que nos façam.A partir desse passo, o sétimo passo, passamos a pensar também no arrependimento pelo prejuízo causado aos outros e para nos libertamos no remorso e culpa, nos preparamos para fazer , no passo seguinte, uma lista de todas as pessoas que prejudicamos durante o uso de drogas.

O amor sempre vence, e vence a si mesmo, quem sempre persevera no bem.

.
Passo Oito
Fazemos uma relação das pessoas que prejudicamos devido ao uso de drogas.
.
 Voltando ao exemplo de um veículo no trânsito, quando ocorre um acidente, cada ocorrência depende do tamanho do veículo e da quantidade de passageiros...Não basta nos arrependermos dos erros cometidos, é preciso repará-los.Pegamos uma caneta e relacionamos todas as pessoas que prejudicamos, pois cada um de nós  percebe  que além de sermos responsáveis pelo nosso tratamento,nossa recuperação depende da reparação dos danos causados aos outros, sejam quais forem esses danos, materiais ou emocionais.   Só teremos   a consciência tranquila, ou paz de espírito, na medida que formos nos perdoando e somente conseguiremos nos perdoar totalmente da insanidade em que  nos encontrávamos,na medida que fizermos as reparações dos erros cometidos no período de uso de drogas .Essas reparações vão sendo feitas  naturalmente, com o passar do tempo, dependendo da nossa humildade e boa vontade.

Não façais ao próximo o que não queres que o outro te faça.

.
Passo Nove
Fazemos a reparação dos danos causados aos outros, na medida do possível.
.
Muitas reparações são feitas de forma direta,  outras de modo indireto.Um exemplo de reparação indireta  é silenciar quando  vemos alguém  criticar outra pessoa, evitando a difamação, a calúnia e a maledicência.Uma outra forma de reparação indireta é partilharmos o que acharmos conveniente,com outro dependente químico que iniciou sua recuperação.Na medida que reparamos os danos, nos reconciliamos com nossa própria consciência.De certa forma somos cobradores e devedores uns dos outros e no instante que usamos de boa vontade para reparar os erros, certamente esquecemos um pouco dos nossos devedores e por consequência aprendemos que somos perdoados na medida que perdoamos.Na medida que reparamos os danos causados aos outros, sejam danos materiais ou emocionais, vamos entendendo e experimentando o que é denominado "paz de espírito", pois nos perdoamos na medida que reparamos nossos erros, tornando nossa consciência tranquila.As reparações por danos materiais causados os outros, fazemos de modo objetivo, como por exemplo pagar uma quantia em dinheiro tomada por empréstimo, quando conseguimos juntar essa quantia ou parcelamento da dívida.Alguns de nós, pôde até voltar ao trabalho antigo, porém a maioria de nós precisou ir em busca de outro trabalho e o anonimato é muito importante pra que não precisemos justificar atos passados.É bom lembrar que é impossível reparar todos os danos de uma vez, por isso, é importante ter uma lista para que a ansiedade não nos prejudique.Vivendo um dia de cada vez, temos a vida toda pela frente. Aprendemos a valorizar nosso salário e procuramos equilibrar os gastos de acordo com ele. Vivendo um dia de cada vez, as oportunidades para reparação dos erros irão aparecendo.Quando pedimos perdão a alguém por qualquer dano, como por exemplo uma agressão verbal ou física, devemos estar prontos para ouvir um sonoro "não perdoo", porém fizemos nossa parte.Alguns erros como trair o parceiro ou parceira pode parecer irreparável, no entanto, se nos encontramos em um outro relacionamento, temos o dever moral de não repetirmos esse erro novamente , assim como vários outros, pois não estamos mais com os sentidos entorpecidos e nada justificará repetir os mesmos erros, pois reconhecemos nossos erros no quarto passo e nos dispomos a agir de modo consciente a partir do passo seis.É importante silenciar quando nosso passado é lembrado, pois estávamos errados e humildemente devemos silenciar.Outro  erro que parece irreparável, é quando nos lembramos de alguém que faleceu na nossa lista do oitavo passo. Uma oração pedindo perdão de modo sincero, honesto, nos ajuda a livrarmo-nos do sentimento de culpa  e certamente o que fizemos  de mal à quem  faleceu, não repetiremos novamente , aliás, o próximo passo,  ajuda a nos mantermos  vigilantes para não repetirmos os mesmos erros e termos uma vida mais equilibrada.O convívio com os filhos, para quem os tem vai melhorando aos poucos e acreditamos que o exemplo que passamos a lhes dar vale mais que muitas palavras que dirigíamos a eles.Agora podemos realmente dialogar e dar exemplo do que realmente achamos correto, pois no período de uso de drogas, por mais que estivéssemos corretos sobre algo, jamais tínhamos razão.O tempo e as ações equilibradas que passamos a demonstrar naturalmente, é uma bom modo de reparar o mal que causamos aos nossos filhos, pois agora somos capazes de dar exemplo do que sabíamos ser correto.Hoje podemos conversar com eles sobre todo tipo de assunto, aprendendo a ouvir e falar, aprendendo a ouvir para ajudar , e   ajudar falando  e agindo , sempre com coerência.Para os solteiros e solteiras, jovens ou não, é possível novos relacionamentos com parceiros que não fazem uso de substância químicas. Todos nós sem exceção, devemos evitar os lugares onde fazíamos uso de drogas.As pessoas que usavam conosco, continuarão o uso e somente através do tempo, através do nosso exemplo de mudança de hábitos e atitudes, poderão querer saber como paramos com o uso.
.
O próximo mais próximo é nossa ponte de ligação com Deus.

.
Passo Dez
Continuamos fazendo uma auto análise, diariamente.
.
Diariamente, criamos o hábito de vigiar nossas ações.Quem abandona o cultivo de si mesmo, permite que o matagal de suas imperfeições ,tome conta de sua alma.Os pensamentos  são vários, porém podemos filtrá-los aos poucos e agir de modo coerente, pensando nas consequências antes de agir.Quando o homem tolera a si mesmo,graças a uma profunda paz de consciência,todas as coisas e pessoas do mundo são toleráveis, mas quando o homem de consciência insatisfeita não tolera a si mesmo,nada lhe é tolerável.  No dia a dia, fazemos de tudo para sermos bons para nós mesmos e para o próximo mais próximo, não contraindo mais débitos para o futuro.O passo dez é o passo que nos ajuda a manter nossa faxina mental diária, como mantemos as gavetas de uma cômoda em ordem. Do mesmo modo que qualquer veículo, seja bicicleta, motocicleta ou automóvel precisa de manutenção para circular normalmente, nossa auto análise diária mantém sempre nossa mente aberta  para agirmos no dia a  dia com boa vontade, com bom ânimo e  honestidade.
.                                                                                                                                                                Vence a si mesmo, quem com a mente aberta ,crê na verdade e a coloca em prática.

.
Passo Onze
Procuramos através da prece e meditação, manter  nosso contato consciente com Deus.

Todas as preces são atendidas; Deus se revela à criatura, através da própria criatura de várias maneiras e isso, percebemos no dia a dia, mantendo a mente aberta.
Percebemos, através dos passos anteriores que nossa relação com  Deus, que não vemos, depende também da nossa relação com o próximo, com quem convivemos.Desse modo, passamos a compreender que vamos adquirindo mais humildade, mais tolerância, mais paciência, na medida que aprendemos a conviver com as diferenças. O modo como agimos , no dia a dia, depende de cada um de nós.Não temos mais motivo para revolta, e confiando na sabedoria e inteligência de Deus, vamos pedindo ao Criador orientação diária para que as nossas ações sejam de acordo com a vontade Dele, de Deus.Nossa consciência vai guiando nossa inteligência e desse modo, vamos melhorando nossa personalidade e passamos a fazer o possível para viver uma vida com equilíbrio. Deus sempre  nos ajuda a usarmos nosso livre-arbítrio, quando pedimos  com humildade e confiança.Percebemos  que não temos mais motivos para o desânimo, e  que depende de cada um de nós, aproveitar as oportunidades e fazer o melhor possível pra que haja paz , justiça e harmonia, onde quer que estivermos, aproveitando o tempo que a Misericórdia Divina nos concede, um dia de cada vez,  pra realizar todos nossos projetos de vida possíveis de serem realizados.A meditação pode ser feita em instantes onde nos recolhemos em silêncio,  antes de dormir.Nunca estamos sozinhos e todos nós temos um Anjo Guardião ou Guia Espiritual. Podemos pedir a ele que nos ajude a acalmar a mente, respirar pausadamente e pedir ao nosso protetor que nos livre sempre da rebeldia, da impaciência e da desesperança.
.
Através do tempo, nas circunstâncias da vida, vai se revelando  mais claramente a vontade de Deus.                                                                                                
.
.Passo Doze.
 Procuramos ajudar outros dependentes químicos que querem se recuperar, através da troca de experiências.   

.Cada  um de nós viveu e vive uma experiência de vida diferente , tanto no uso das drogas, quanto no processo de tratamento e recuperação das atividades.O que temos em comum é a consciência desperta para a realidade e a gratidão à Deus pela oportunidade de voltar a viver com dignidade.Na medida que compartilhamos  nossas experiências com quem quer iniciar o tratamento da dependência química de modo espontâneo, nos ajudamos, uns aos outros.

Ajuda-te ajudando aos outros e Deus, sempre te ajudará!
.
.
.
Usamos 12 (doze) princípios, que são normas de procedimento, para a formação e manutenção de um grupo de DQA(Dependentes Químicos Anônimos).
As normas de procedimento são auto explicativas e estão descritas abaixo. De acordo com essas normas, os grupos podem ser formados  a partir da desintoxicação e conscientização em clínicas para tratamento ou por livre e espontânea vontade  de qualquer portador da doença que tenha contato com o programa de DQA ( dependentes químicos anônimos) e que tenha a vontade de formar um grupo.Dois interessados com o mesmo objetivo é considerado um grupo.  
.
.NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA FORMAÇÃO E MANUTENÇÃO DE UM GRUPO DE DQA(DEPENDENTES QUÍMICOS ANÔNIMOS).
.
1- O anonimato é o alicerce espiritual,  no tratamento da dependência química.
.                                                 
.O anonimato é um exercício de humildade.É o melhor remédio contra euforia provocada pelo início do tratamento.O anonimato além de nos ajudar a voltar no convívio social com dignidade, nos ajuda a evitar a doutrinação de pessoas que ainda não desejam por livre e espontânea vontade, parar de usar drogas. Não precisamos dizer pra todo mundo que estamos tratando a dependência química, somos dependentes químicos em recuperação e basta quem conviveu conosco no período de uso estarem também conscientes de que possuímos uma doença e que somos responsáveis pelo nosso tratamento, principalmente nossos familiares. O anonimato é o maior e melhor antídoto contra a auto piedade.Com profissionais da área da saúde e em grupo, podemos compartilhar  nossas experiências,  fortalecendo  nossa fé e esperança na  recuperação da auto estima e dignidade. Tudo que é dito para terapeutas especializados, fica com eles, por ética profissional e o que é dito e visto nos grupos, deve ficar entre os participantes do grupo.O sigilo é fundamental para que haja confiança e respeito entre os participantes. Quem é visto no grupo, só interessa aos membros do grupo, o que é dito na reunião, fica entre os membros da reunião.O anonimato é o princípio de humildade essencial para  ajudar a nos protegermos do estigma social, ou seja, do preconceito que sofre o dependente de  drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas. O anonimato nos ajuda  compreender que o programa de doze passos,  pode auxiliar  apenas  dependentes químicos que realmente queiram se recuperar por vontade própria. O uso de certas drogas causa mais estigma (preconceito) que outras, porém droga  é sempre droga .
.                                                                                                                                                                2- Não existem diretores ou presidentes em um grupo de DQA, apenas nos ajudamos uns aos outros
.
.Quando nos reunimos , seja corpo a corpo, ou através da  internet,colaboramos uns com os outros, podendo revezar na coordenação da reunião , na abertura da sala, na arrumação, etc..., na medida da disponibilidade de cada um.Pedimos ao coordenador  que  mantenha a  divulgação entre os participantes, dos dias e horários  das reuniões.
.
.
3- Para participar de um  grupo de DQA(Dependentes Químicos Anônimos), basta ao interessado, o desejo espontâneo de parar de usar qualquer tipo de droga ou drogas.
.
Não importa a droga ou drogas usadas, todas as pessoas que desejam aderir voluntariamente ao programa de tratamento  e recuperação através dos  doze passos,são bem vindas, pois nosso objetivo será sempre único, o tratamento e a  recuperação da capacidade de agir e viver, através de doze passos.

.
4- Os grupos de DQA  são autônomos
.
Os grupos são totalmente autônomos, pois  um grupo não necessita de autorização  de outro pra iniciar as atividades. Os horários e duração das reuniões são decididos pelos membros do grupo
.
.
5-O  objetivo  de um grupo de DQA  é o de nos ajudarmos uns aos outros no tratamento da dependência química
.
Mantendo  reuniões frequentes, a partir de nossa própria vontade, adquirimos força contra a obsessão ao uso de drogas , e  criamos condições pra termos domínio sobre nossas vidas, nos ajudando uns aos outros através da troca de experiências no uso das drogas e do modo como praticamos os doze passos  para o tratamento e recuperação no dia a dia de cada um de nós.Esse é o único objetivo de um grupo.O combate às drogas é responsabilidade do poder público constituído, assim como o trabalho de prevenção ao uso e tratamento em instituições públicas ou privadas , de acordo com as leis civis e o código penal vigentes.
.
.
6- DQA  não  é ligado  a nenhum partido político
.
Não apoiamos  nem  mantemos vínculo com qualquer partido ou grupo político.
.
.
7- DQA não é ligado a nenhum grupo religioso  sectário e/ou dogmático

.Somos livres para  procurar saber o que é Deus, para nosso próprio bem e por livre e espontânea vontade.Sugerimos que os grupos iniciem e terminem as reuniões com a oração da serenidade, que é universal .
.
.
8-Cada grupo de DQA é auto suficiente e independente
.
DQA não aceita doações em dinheiro de pessoas que não participam do programa de tratamento.O aluguel de salas para reuniões,  deve ser pago pelos próprios membros.Podem ser formados grupos através das redes sociais já existentes, sendo que nesse  caso, não há necessidade de alugar algum imóvel. Cada grupo além de auto suficiente, é também independente,pois nenhum grupo exerce controle sobre  outros grupos.Os 12 passos e as 12 normas de procedimento, são princípios espirituais e o programa não visa lucro financeiro.
.
9- Os participantes de DQA devem manter o anonimato na imprensa

.O anonimato na imprensa ,em todas as formas, ajuda o participante a manter-se  protegido de si mesmo.Podemos ajudar  a outro dependente que queira aderir ao programa de DQA através da atração, pelo nosso exemplo,jamais através da promoção pessoal. A humildade é o primeiro princípio espiritual que devemos buscar compreender , para  nosso próprio benefício.
.
.
10-O programa de DQA é aberto à todos dependentes químicos que queiram se recuperar utilizando os doze passos. 

.O programa de tratamento através dos 12 passos usados por  DQA(dependentes químicos anônimos), não visa lucro financeiro. Não  nos responsabilizamos por internações, atos que  não são da nossa responsabilidade.Recomendamos  aos membros do grupos, que se orientem através de nossas normas de procedimento para a formação de um grupo, para seu próprio bem estar e para o bem estar de todo grupo.Não somos e nem mantemos vínculo à ONGs. Nosso programa  possibilita a manutenção da abstinência das drogas e a recuperação das atividades em sociedade, tendo ou não o participante passado por internação em hospitais  ou outras instituições para desintoxicação destinadas e preparadas para este fim, ou em instituições correcionais privativas da liberdade.Todo hospital ou instituição pode recomendar aos seus pacientes o programa de DQA após o período de desintoxicação, caso achem conveniente.
.
.11-Os grupos de DQA  não entram em controvérsias com outras formas de tratamento da Síndrome de Dependência Química
.
Os grupos de DQA não entram em controvérsia, não  são contra   outras formas de tratamento da síndrome de dependência química.Nosso único objetivo é tratar a doença que reconhecemos ser portadores, através dos doze passos que procuramos estudar seus princípios para compreendê-los e pô-los em prática no dia a dia, partindo da abstinência total de todas as drogas que usávamos sem orientação e prescrição médica .Os participantes de outros programas para tratamento e recuperação, são bem vindos  para fazerem parte de nossos grupos.
.
.
12-Consideramos droga, toda e qualquer substância química psicoativa , lícita ou ilícita,adicionada  sem controle ao nosso organismo, que provoque narcose (entorpecimento do sistema nervoso ), não importando se  o uso de uma é mais ou menos  estigmatizante que o uso de outra .
    
..
Deus, me ajude a adquirir  serenidade  para aceitar as coisas que eu não posso modificar,
coragem moral ,para modificar aquelas que eu  posso
e sabedoria para reconhecer a diferença entre elas,
vivendo um dia de cada vez,
amém.